Impressão gráfica sem erros: saiba como fazer!

 

Impressão gráfica

Trabalhar com criação não é nada fácil principalmente quando estamos envolvidos em vários jobs ao mesmo. Podemos mais cedo ou mais tarde, cometer alguns erros, em que normalmente não passariam batido.

Isso acontece com a maioria das pessoas, mesmo com aquelas que não trabalham na área da criação. Se estivermos com um acumulo de tarefas muito grande, com uma data pré-determinada para entregá-los, alguns erros tendem a aparecer.

Mas e se você evitar alguns deles, não seria uma mão na roda? Pensando nisso a Cartões Mais Baratos separou algumas dicas e regras para você fazer a sua impressão gráfica sem erros.

 

1 – Jamais utilize arquivos de imagens, preenchimentos ou contornos em RGB

Tenha em mente uma coisa: RGB para luz e CMYK para tinta.

O processo de impressão gráfica offset ou flexografia utilizam apenas o sistema de cores CMYK (em português Ciano, Magenta, Amarelo e Preto).

Na hora da impressão, se você não definir a saída do arquivo para o modo de cor correto, as cores que estiverem em RGB (em português Vermelho, Verde e Azul) são convertidas pelo software automaticamente para CMYK e essa conversão não é fiel, pois a gama de cores alcançadas pelo RGB é bem maior que no CMYK.

Impressao-grafica-CMYK-RGB

Por isso, indicamos que você crie o seu arquivo já em CMYK, ou faça a conversão dele para CMYK antes de enviar para o cliente conferir ou para a gráfica fazer a impressão, assim você terá uma impressão mais real do que será impresso.

 

2 – Envie as imagens com no mínimo 300 DPI

A resolução da sua imagem pode ser definida por PPI (número de pixels por polegada) que é uma medida digital ou DPI (número de pontos por polegada) que é uma pedida para impressão.

Já que estamos preparando o arquivo para impressão, utilize sempre o DPI. Essa resolução pode ser totalmente personalizada e quanto maior for o número, melhor será a resolução.

O normal para impressões de alta qualidade é utilizar no mínimo 300 DPI, fazendo com que você tenha uma imagem perfeita e sem aparência borrada ou quadriculada.

OBS: A única exceção para essa regra é quando você for fazer materiais muito grandes como banners e faixas, neste caso, utilize apenas 150 DPI.

Impressao-grafica-Resolucao

 

3 – Cuidado com a utilização da cor preta

Uma coisa é fato! O preto do CMYK não é tão forte quanto o preto do RGB. Por isso as pessoas tendem a aumentar a intensidade do preto e descobrem que o programa colocou o preto apenas 10% no canal K e 0% nos outros canais. Isso causa uma aparência mais acinzentada do que um preto mais forte.

Por reflexo você irá colocar 100% nas outras cores. O resultado será um preto muito mais forte, mas este preto estará carregado e irá encharcar o papel, ou seja, o seu material poderá vir borrado ou grudando nos outros papéis.

O que fazer?

Para chegar o mais perto do preto em RGB, em vez de jogar 100% em todas as cores, deixe 100% no Preto e 30% no Ciano deixando a tonalidade em preto chapado. Outra opção é balancear as cores de uma forma em que a soma dos canais não ultrapasse a porcentagem de 320%.

 

4 – Não se esqueça da sangria

Você deve estar se perguntando, o que é sangria? A maioria dos materiais quando são impressões necessitam de um acabamento de corte para finalizar o material, chamado de Refile.

Mas, na hora de realizar este refine, pode haver um mínimo desnível para um lado ou para o outro, criando uma borda branca em volta do material. Para que isso não ocorra é necessário que você crie a sua arte com uns milímetros a mais, que é o que chamamos de sangra, esse valor varia de produto para produto.

O site da Cartões Mais Barato disponibiliza um gabarito em todos os produtos  do site, já com a margem de sangria. Por isso, o mais indicado é que você baixe o gabarito e verifique se a sua arte esta no tamanho correto e dentro das margens de segurança.

Impressao-grafica-gabarito

5 – Converter os textos em curva

Geralmente as gráficas só trabalham com as fontes que já vem acompanhadas nos softwares gráficos e eles não irão instalar novas fontes que foram enviadas pelo cliente.

Para evitar que estas fontes sejam trocadas, basta você converter todos os textos em contornos (Illustrator) ou curva (CorelDRAW). Isso faz com que o texto deixe de ser texto e vire uma ilustração vetorial, não podendo ser alterada.

Impressao-grafica-convertendo-textos-em-curvas

 

6 – Envie os arquivos em PDF/X-1a

De todos os formatos o PDF/X-1a é a melhor opção no envio de arquivos relacionado à impressão gráfica. Pois proporciona uma excelente qualidade de imagem e deixa o arquivo mais leve. Além disso, ao enviar o arquivo neste formato eles vão direto para a produção, sem passar pelo setor de arte-final, o que garante que o seu material fique pronto em menor tempo.

 

Essas foram algumas dicas da Cartões Mais Barato. Seguindo as orientações acima, com certeza os seus produtos chegarão da forma que você esperava.

E aí, o que achou do texto? Conhece mais algum erro imperdoável na produção gráfica? Nos conte deixando uma mensagem no comentário logo abaixo. Clique aqui para conhecer todos os produtos disponíveis em nossa loja!

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado